Minuto Sertão/7 Segundos E623d4e2 8b5e 4f03 bf8f a5b4b9804ac1

Foi velado e sepultado nesta sexta-feira (10) o corpo do vereador Adelmo Rodrigues ''Neguinho Boiadeiro'' (PSD) assassinado na tarde de ontem após sair do prédio da câmara de vereadores da cidade. O vereador de 61 anos, estava em seu primeiro mandato como vereador do município, eleito na oposição como o mais votado nas eleições de 2016, aonde obteve 945 votos pela coligação: Unidos Por Uma Nova Batalha.

O corpo de Neguinho foi velado na manhã desta sexta em sua residência na cidade de Batalha, depois um cortejo seguiu com o corpo do político para uma fazenda dele denominada: ''Queimada do rio'', zona rural de Craíbas, Agreste de Alagoas. No ínicio da tarde foi sepultado em um cemitério municipal da cidade. Ele era natural de Craíbas, onde seu pai de 90 anos conhecido como Dedé Boiadeiro reside. O Secretário Municipal de Meio Ambiente Cicero Cesar, irmão do vereador, Neguinho também possui um sobrinho vereador em Craíbas, Zé de Laercio (PP). 

Diversas pessoas participaram do velório e sepultamento que foi marcado por uma declaração de um dos filhos da vítima, o ex-vereador de batalha, Jose Anselmo ''Preto Boiadeiro'' que mostrou sua indignação com o crime afirmando que seu pai não fazia mal a ninguém no município e estado, Preto acusou a Prefeita de Batalha e seu esposo, membros da família Dantas de serem as responsáveis pelo crime que vitimou o pai e cobrou uma investigação da Polícia Federal. 

Família Boiadeiro cogita ir embora do estado após assassinato de patriarca

Durante declarações dadas à imprensa pela esposa e filha de Neguinho Boiadeiro ainda na quinta-feira (09), dia em que ocorreu o crime que tirou a vida do vereador. A viúva Mércia Boiadeiro afirmou temer pela vida de seus filhos e que disse que já pediu a seu esposo para irem embora de Batalha, porém seu esposo nunca quis sair do município alegando não dever nada a  ninguém. 

Indagadas por um repórter se a família estava sendo ameaçada, mãe e filha, informaram que sim e que não saíam nem de casa. A filha: Bahia Boiadeiro acusou membros da família rival de serem responsáveis pelo crime. ''Eles podem matar um filho meu a qualquer hora'', disse a viúva Mércia, a filha: ''Um irmão saiu da cidade com medo de morrer'', disse a filha. '' Nós tem que sair do estado de Alagoas, agora pra isso, eu tenho 5 fazenda, tem que comprar as fazenda pra nós ir simbora do estado de Alagoas. Aqui em Batalha nós tem 5 fazenda e na Craíbas nós tem duas. Então nós tem que vender nossas fazendas pra nós ir simbora do estado de Alagoas'', disse a viúva Mércia Boiadeiro.

Confira os vídeos do velório e sepultamento de Neguinho Boiadeiro: