Divulgação TSE B148c3a3 49ce 4935 b4ba 67c94406e863 Prefeito Erivaldo Mandu e Vereador Joseval Costa

Foram presos na manhã deste Domingo (24), o Prefeito da cidade de Mata Grande, Sertão de Alagoas, Erivaldo Mandu (PP) e o Vereador Joseval Costa (PP). As prisões dos políticos ocorreram atráves de uma operação do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (GECOC) realizada por determinação do Procurador-geral de justiça de Alagoas, Dr Alfredo Gaspar de Mendonça. 

O Procurador recebeu um vídeo no qual mostra o prefeito e alguns vereadores combinando um ''mensalinho'' para a aprovação de projetos, ou seja, pagamento de propina. O Prefeito ''Mandu'' foi preso em sua residência na cidade, já o vereador Joseval em sua residência no povoado Santa Cruz, zona rural do município. Ambos passaram por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) em Maceió e posteriormente encaminhados para o Sistema Penitenciário de Alagoas. Um outro vereador alvo e que teria aparecido na negociata no vídeo identificado como: Teomar  Brandão (PP) não ffoi localizado e é considerado foragido da justiça.

O Ministério Público Estadual (MPE) havia feito a denúncia de que o prefeito Erivaldo Mandu estaria realizando o pagamento de propinas equivalentes a R$ 7 mil reais a vereadores para aprovações de projetos do seu benefício. De acordo com o MPE no vídeo recebido pelo procurador que não mostra com nitidez os édis existe a suspeita da participação de uma vereadora identificada como: Diana Brandão (PP) que está licenciada do cargo para atuar como Secretaria Municipal de Governo. O MPE solicitou a prisão dela, porém foi negada pelo Desembargador Cerílio Adamastor que estava de plantão no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) determinando as prisões de Erivaldo, Joseval e Teomar.