Reprodução/ Minuto Sertão 24e75d99 715c 4ee7 9a05 4cf623913107 Vereador de Batalha assassinado Tony Pretinho

A Polícia Civil pediu à Justiça a prorrogação do prazo para concluir o inquérito sobre a morte do vereador Tony Pretinho, em Batalha, Sertão de Alagoas. O crime completa um mês nesta segunda-feira (15), e até o momento, ninguém foi preso.

Segundo o delegado João Marcelo de Almeida, um dos responsáveis pelo caso, a prorrogação seria de mais 30 dias, mas a expectativa da polícia é de que a conclusão do inquérito aconteça antes. “Nós pedimos a prorrogação do inquérito, mas antes disso estaremos concluindo o caso. Como já adiantamos antes, os suspeitos já foram identificados e as diligências estão sendo feitas com o objetivo de solucionar este caso o mais breve possível.”, disse.

Questionado sobre o número de pessoas investigadas pelos civis, o delegado não entrou em detalhes para não comprometer a ação policial. “Ainda não podemos revelar o número de pessoas que estão sendo monitoradas pela polícia para não atrapalhar as investigações. Sobre prisões, nenhuma foi feita até o momento”, acrescentou.

O caso

Tony Carlos Silva de Medeiros, o Tony Pretinho, foi morto a tiros na noite de 15 de dezembro de 2017. De acordo com testemunhas, ele foi surpreendido por criminosos na porta de sua residência e foi atingido por vários disparos na cabeça.