Cortesia 12f4abe4 c99d 4661 9db6 0bc20fb7b03f

Durante a exibição do quadro Momento Saúde no programa Liberdade de Expressão na Rádio Milênio, nesta terça-feira (13), o Dr. Honório Luís e a Farmacêutica Suzana Ribeiro abordaram uma temática bastante interessante para todas as pessoas, que é a felicidade hormonal e as funções vitais do organismo.

Tendo em vista que o ser humano também é formado por complexo hormonal, que são responsáveis pelas funções vitais do corpo como por exemplo, a produção da energia e o sentimento de alegria que é o responsável para proporcionar uma vida feliz, é preciso saber que quando o ser humano tem um desnível no hormônio do humor, acarreta-se alguns problemas, dente eles, a perca de massa muscular, distúrbios no sono e no libido sexual, aumento ou perca de peso, entre outros. Então é importante manter os níveis hormonais equilibrados, para que não venha ocasionar malefícios ao corpo causando doenças. 

Sobre o que deve ser feito para ter uma vida mais feliz, é necessário antes de mais nada, manter as taxas hormonais equilibradas, e entender que o índice de felicidade já está presente no DNA de cada indivíduo, porém alguns nascem com mais e outros com menos, mas existem maneiras de elevar esse nível do humor através das escolhas que você faz, isso mesmo, pois pesquisas realizadas apontaram que é através do dia a dia, dos relacionamentos... que determina-se o quão feliz o indivíduo pode ser, tendo em vista que as pessoas que nos rodeiam podem contribuir de forma significativa ou não em nossa vida. 

Mas que fatores são contribuintes para desencadear uma má funcionalidade nos hormônios? A má alimentação, falta de atividade física e obesidade são um dos principais fatores para desiquilibrar os hormônios e consequentemente acarretar distúrbios em nosso organismo que afeta a parte psíquica, humorística e outras... 

Então, quer ser mais feliz? Observe ao seu redor e analise quem te faz bem ou não.

Ouça o quadro, clicando aqui!