Ascom/ PCAL 33e03715 1ce2 46e8 95f0 8056059f482b

Durante a madrugada desta quinta-feira (03) a Policia Civil de Alagoas (PC/AL) divulgou em seu site, esclarecimentos acerca das prisões do ex-vereador de Batalha, Sertão de Alagoas, Preto Boiadeiro e seu motorista Dalbério José Menezes. Preto que é filho do também ex-vereador de Batalha, Adelmo Rodrigues ''Neguinho Boiadeiro'' assassinado em frente a câmara de Batalha em novembro de 2017, acabou sendo preso após perseguição polícial na qual teve início no município de Craíbas, Agreste de Alagoas, na noite desta quarta-feira (02).

O delegado Fábio Costa, gerente de Polícia Judiciária da Região 3 (GPJR 3), confirmou a prisão de José Anselmo Rodrigues de Melo ''Preto Boiadeiro'' assim como também a do motorista Dalbério Menezes feita por policiais civis da Delegacia Regional de Arapiraca (4ª DRP), nesta quarta-feira (2), sob o comando do delegado regional Thiago Prado. Fábio Costa e Thiago Prado esclareceram que, após os procedimentos na delegacia Regional de Arapiraca, não foi confirmada a troca de tiros entre os policiais civis e os dois detidos. Desta forma, Preto Boiadeiro e Dalbério Menezes foram autuados por porte ilegal de arma de fogo, desobediência e associação criminosa.

Os delegados disseram ainda que a Polícia Civil tomou conhecimento que José Márcio Cavalcanti de Melo, o “Baixinho Boiadeiro”, estaria circulando pela cidade de Arapiraca em uma caminhonete, que foi abordada pelos policiais civis. A interceptação do veículo foi feita por policiais civis da 4ª DRP e do serviço de inteligência da Oplit, nas proximidades do município de Craíbas, Zona rural do Agreste alagoano. O delegado regional Thiago Prado informou que no carro foram encontradas  uma pistola calibre 380 com 36 munições e três carregadores, além de uma cápsula de calibre 9 milímetros, e um revólver calibre .38, com doze cartuchos, além de munições. Todo o material foi apreendido e encaminhado para a Delegacia Regional de Arapiraca.

''A Polícia Civil continuará trabalhando e averiguando informações, visando localizar e prender “Baixinho Boiadeiro”, que tem mandado de prisão decretado pela Justiça de Alagoas'', finalizou a assessoria de comunicação da Polícia Civil de Alagoas.