Cortesia Df9ebae7 2fa1 4ebd b662 896197788fa9

Uma jovem que reside na cidade de Olivença, Sertão de Alagoas, tem enfrentado um grave problema de visão e necessita de ajuda financeira para tratamento. Jeane Rodrigues, 33 anos, de pequena começou a ter problema devido uma miopia por volta dos 6, 7 anos. Posteriormente descobriu ser portadora da Ceratocone.

A Ceratocone vem do grego ( Cerato= córnea e konus=cone) é uma doença ocular não inflamatória, bilateral e progressiva do olho, que afeta o formato e a espessura corneana, provocando a percepção de imagens distorcidas e embaçadas. A principal causa de transplante de córnea no Brasil. Uma doença que pode progredir até os 40 anos, não manifesta preferência por sexo e ocorre na proporção de 1 caso para 20 mil indíviduos, da população em geral. O único procedimento curativo para o ceratocone, trata-se do transplante de córnea.

Mãe de duas crianças sendo uma delas de 8 meses, Jeane, está com a visão de seus dois olhos comprometida. Seu olho esquerdo afetado com o ceratocone na forma avançada acabou a deixando sem a visao dele restando apenas o olho direito que está também sendo afetado pelo mesmo problema. Como forma de evitar a proliferação da doença no olho direito, Jeane vinha utilizando lentes de contatos específicas para o problema durante o período de um ano e meio. Cada lente custa em média R$ 2 mil reais, porém após passar o prazo de um ano e meio, é necessário que se adquira outra, sem condições financeiras, ela está sem usar a lente.

No banco de espera para a realização de um transplante de córnea há pouco mais de 2 anos, em maio de 2015, quando esteve em São Paulo, Jeane, recebeu o diagnostico médico da Ceracotone e foi orientada a ter que se submeter ao transplante de córnea do olho esquerdo, este tipo de transplante está avaliado em R$ 20 mil reais. Em 2016 ela foi chamada para realizar o transplante no Estado de São Paulo, já que em Alagoas não dispõe desse procedimento médico, porém como estava grávida de seu segundo filho e sem condições financeiras, acabou recusando.

Diante da gravidade do problema no qual o Minuto Sertão obteve a informação após manter contato com a própria Jeane, resolvemos iniciar uma campanha solidária para que se possa através da ajuda dos internautas, doações financeiras com o objetivo de se atingir a meta de R$ 20 mil reais para que ela possa realizar o transplante do olho esquerdo, também trate o seu olho direito e não tenha a sua visão afetada por completo.

Quem puder colaborar com a Jeane basta depositar qualquer valor na conta bancária descrita na galeria abaixo: