Assessoria 3b7dac5f 968f 4980 8034 73a2f6446c76 O mau uso das águas do Canal do Sertão pode gerar futuros desertos, alertou o presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda

O Canal do Sertão está sendo construído às cegas e pode virar um grande elefante branco em Alagoas. A análise é do presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda. 

“Ele [o canal] ainda não tem um modelo de gestão, como também não tem um modelo das terras que serão irrigadas. À medida que o canal se estendeu foram dadas outorgas graciosas de água. Ou seja, ninguém paga por aquela água, que tem todo um valor econômico”, pontuou. 

A declaração de Miranda foi durante a programação do Dia Nacional em Defesa de Velho Chico, no domingo, 3. A solenidade aconteceu em Aracaju, no estado do Sergipe, onde o comitê reuniu a imprensa e autoridades para lançar também o II Simpósio da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, evento finalizado na quarta-feira, 6. 

“As pessoas estão irrigando por inundação um solo extremamente vulnerável É necessário fazer o uso da melhor tecnologia para não salinizar a terra e criar futuros desertos”.