Acusado na morte de policial cearense morre em troca de tiros com a polícia em São José da Tapera

Ricardo Alves Feitosa é o principal suspeito na morte de um PM no último dia 8 de setembro em Juazeiro do Norte/CE



Por Redação
(Foto: Miseria.com.br)

A tentativa de prender Ricardo Alves Feitosa, de 30 anos, resultou em troca de tiros contra policiais militares do 7º Batalhão de Polícia de Santana do Ipanema e do Estado do Ceará. O fato aconteceu por volta das 6 horas da manhã desta quarta-feira no município de São José da Tapera.

Ricardo é o principal suspeito na morte do Soldado PM, Evandro Carlos da Silva, de 38 anos, no último dia 8 de setembro na Avenida Padre Cícero em Juazeiro do Norte. Ele foi socorrido às pressas pelos próprios PMs para a Unidade Mista Ênio Ricardo Gomes, mas faleceu antes de receber atendimento médico. O corpo foi levado para o necrotério da Unidade Mista da cidade e depois foi trasladado para o município de Juazeiro do Norte, onde será sepultado.

Ele residia na Rua Francisca Pereira, 110 (Frei Damião) e desde o dia do assassinato do Soldado da Companhia de Polícia Militar de Campos Sales, estava foragido. De acordo com a polícia civil da cidade, Ricardo estava refugiado na casa de parentes no Sítio Serrinha, distante cerca de 10 quilômetros do centro da cidade.

O Minuto Sertão apurou que durante o tiroteio o suspeito que estaria armado com uma pistola 6.35 teria efetuado três disparos contra um policial militar que teria sido atingido no colete a prova de balas que usava.

Foragido

Antes de viajar para Alagoas, há informações de que a vítima teria passado uma semana em Natal (RN) enquanto decidia o rumo a seguir. Segundo a polícia, Ricardo era um indivíduo de alta periculosidade e já respondia por dois outros homicídios, porte ilegal de armas e supostos assaltos em Icó, onde residiu durante algum tempo. Ele tinha rixas com o Soldado Evandro por quem já havia sido preso quando o militar atuava no Serviço Reservado do 2º BPM de Juazeiro.

Assassinato do PM

O assassinato do PM aconteceu quando este parou com sua moto em um dos semáforos da Avenida Padre Cícero, causou grande repercussão no Cariri. Ricardo e outro comparsa teriam parado ao lado e o militar atingido com um único tiro à altura do peito esquerdo. O Soldado Evandro ainda foi socorrido com vida para o Hospital Regional do Cariri, mas morreu antes de receber atendimento. Momentos após o tiro, uma pessoa teria ligado para a Ciops avisando ter assassinado “o soldado de vocês”.
 



Veja Mais


Comentários

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Minuto Sertão ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.


  • Avatar

    {{ comment.nome }}

    {{ comment.created_at | date : 'dd/MM/yy HH:mm' }}

    {{ comment.comentario }}