Acusado de atropelamento criminoso está foragido da polícia em Água Branca

Geraldo perseguiu e jogou de propósito o carro que dirigia contra uma moto conduzida pela vítima.



Por Redação

É considerado foragido da polícia, Geraldo Gomes Lacerda, 44, acusado de atropelar propositalmente o jovem Erivaldo Souza Santos, 29, que ficou gravemente ferido, na noite deste domingo (3), na AL-145, em Água Branca.

Segundo a polícia, Geraldo e Erivaldo bebiam em um bar, localizado próximo a Praça Matriz da cidade, quando se desentenderem e acabaram travando uma luta corporal. Populares teriam impedido que a briga continuasse e Erivaldo decidiu voltar para casa em sua motocicleta Honda CG 150cc de placa MUH-7434 quando foi perseguido por Geraldo que estava em um carro Fiat Strada de placa NTJ-3388.

O acusado tinha conseguido alcançar Erivaldo em um trecho da rodovia estadual quando teria colidido de propósito com a traseira da moto conduzida por seu desafeto que caiu e foi arrastado por cerca de 6 metros no asfalto. O motorista, provavelmente embriagado, fugiu do local.

A vítima ficou gravemente ferida, foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Delmiro Gouveia e levada para o Hospital regional em Santana do Ipanema onde se encontra internada em coma, correndo o risco de morrer.

O caso é apurado na delegacia regional de Delmiro Gouveia que pode indiciar Geraldo por crime doloso, inclusive solicitar sua prisão preventiva.
 



Veja Mais