Thiago Davino – Minuto Esportes 14258705161965

Apesar da semana tensa e de pressão, com direito a troca de treinador, a torcida do CSA foi à campo e incentivou o time marujo diante do CEO na tarde deste domingo (08). O incentivo deu certo e o CSA conseguiu vencer o time sertanejo por 2 a 0 com gols do zagueiro Breno e do atacante Reinaldo Alagoano.

Classificado para decisão, o CSA enfrentará o ASA em busca do título e vaga na Copa do Brasil 2016. O primeiro jogo acontece na quarta-feira (11), ás 22h00 e o jogo da volta será em Arapiraca, no próximo domingo, às 16h00.

O JOGO – 1º TEMPO

Com a necessidade de vencer o jogo, o CSA do novo treinador Nedo Xavier entrou pressionado e parecia sentir o clima do jogo. O time marujo tinha maior volume de jogo diante do CEO, mas esbarrava na defesa sertaneja.

O problema do CSA no setor de criação continuava. Por isso, o time azulino tinha que abusar dos lançamentos e jogadas ensaiadas, que até então não funcionavam.  O CEO por sua vez demorou a sair para o jogo, mas quando saiu atacava nos contra-golpes e quase marca com Etinho, que bateu forte em cima de Jefferson após jogada rápida.

Aos 32 minutos, a jogada que poderia dar a grande chance do CSA. Reinaldo aproveitou cruzamento na área e cabeceou, a bola sobrou para Elyeser, que bateu para o gol e do defensor do CEo se jogou na bola  colocou a mão. O árbitro Charles Hebert apontou a penalidade, mas o bandeirinha Pedro Jorge Santos havia assinalado o impedimento.

A equipe azulina ainda balançou as redes através de Zé Paulo, mas outro impedimento foi assinalado e o gol anulado. E assim o primeiro tempo foi finalizado com empate sem gols, que dava a classificação ao time do sertão. O CSA precisava da vitória para chegar à final do turno.

2º – TEMPO

Na volta para o segundo tempo o CSA não demorou para mostrar para que veio. No primeiro minuto da etapa, Elvis cobrou escanteio e encontrou o zagueiro Breno, que testou para o fundo do gol. CSA 1 x 0 CEO.

A torcida fez muita festa no Rei Pelé. Conhecedor da pressão azulina, o técnico Lino resolveu mudar o time do CEO, adotando uma postura ainda mais segura que a escolhida para o começo do duelo. Com isso, o jogo caiu de ritmo. O CSA, mesmo com o gol, não conseguia dar sequencia a pressão.

Depois da retranca sertaneja, o time azulino também mudou. Nedo Xavier colocou o CSA para cima e por pouco o jovem Damião não ampliou o marcador, quando recebeu passe de Reinaldo Alagoano e bateu para fora.

O mesmo Reinaldo Alagoano dessa vez foi o responsável pela grande chance. Após receber passe na área, o camisa 9 bateu forte e parou no goleiro Humberto. Mas, as tentativas azulinas seriam recompensadas. Aos 37 minutos, Damião retribuiu o passe e encontrou Reinaldo, que mandou um petardo e marcou o segundo gol do CSA.

O tento dava certa tranqüilidade ao time marujo. Para melhorar a situação azulina, o volante Jacobina cometeu falta dura em Elyeser e acabou expulso. Neste momento do jogo, o técnico Nedo Xavier deu orientações para a equipe administrar a partida.

E assim o CSA garantiu a vitória por 2 a 0, que garantiu a recuperação e principalmente à passagem para final do primeiro turno do Alagoano diante do ASA.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Alagoano 2015 – SEMIFINAL 1º TURNO

Estádio Rei Pelé – Maceió, Alagoas

CSA 1 x 0 CEO

Árbitro: Charles Hebert (CBF-AL)

Auxiliares: Pedro Jorge Santos (CBF-AL) e Otávio Correia de Araújo (CBF-AL)

 CSA: Jefferson, Márcio, Breno, Thuram e Paulinho; Pierre, Sorin, Elyeser e Elvis (Rafael Granja); Zé Paulo (Damião) e Reinaldo Alagoano (Rony).

Técnico: Nedo Xavier

CEO: Humberto, Alisson, Cleristone, Cristiano e Nildo (Junior); Lau, Junior (Tarcísio), Jacobina e Claudinho (Neto); Ivanzinho e Etinho.

Técnico: Lino

Cartões Amarelos: Sorin, Thuram e Reinaldo Alagoano (CSA) – Cristiano e Jacobina (CEO)

Cartões Vermelhos: Jacobina (CEO)

Gols: Breno 1 e Reinaldo Alagoano 37min 2ºT (CSA)