Assessoria 14267758441436

Milhares de vaqueiros vindos de diversas cidades de Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Bahia participaram da 29ª edição da Missa do Vaqueiro de Canapi, realizada pela prefeitura municipal, no último domingo (15).

Este ano, a festa começou na fazenda Baixa do Milho, situada a cerca de 1 quilômetro da cidade, onde a vaqueirama foi recebida pelo prefeito Celso Luiz. Na localidade, foi realizado o desfile de cavalo marchador e a missa do vaqueiro, celebrada pelo Padre Eraldo Cordeiro.

Após o ato religioso, os vaqueiros saíram em procissão até o centro da cidade, onde foi realizado um sorteio de brindes e a entrega de troféus para vencedores das competições realizadas durante o evento. Além disso, teve shows de Zé de Almeida e os Bridões de Ouro, Os Nonatos e Banda Manos das Vaquejadas.

O organizador da festa, Afonso Belarmindo, estima que mais de 1.200 vaqueiros participaram da festividade, número que segundo ele superou o do ano passado. Afonso espera que a quantidade de participantes aumente, chegando a 2.000, na edição de 2016.

O ex-vereador e ex-vice-prefeito de Tacaratu - PE, Zé Nelson, participa da missa há mais de cinco anos e diz que é prazeroso retornar ao município todos os anos para participar da festividade. “É sempre um prazer voltar a Canapi para participar da missa do vaqueiro, que é tradição em nosso sertão. Minha equipe e eu fomos bem recebidos. O prefeito e a comissão organizadora estão de parabéns”, disse.

O prefeito Celso Luiz falou da importância de manter as festividades do calendário festivo do município, mesmo diante da dificuldade financeira que as prefeituras estão enfrentando. “Foi preciso planejamento para que pudéssemos realizar essa festa, mantendo sua grandiosidade. Fico feliz em ver que tudo deu certo e que nossa cidade está recebendo milhares de visitantes que contribuem para geração de renda e fortalecimento da cultura de nosso município”, disse.

O gestor explicou que as atrações fazem parte da festividade de São José, padroeiro do município, mas por recomendação da paróquia local passou a chamar o evento de Festa de Março. “Tivemos no dia 14 a Festa do Carro de Boi, realizada em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Hoje, dia 15, realizamos a missa do vaqueiro e de amanhã até o dia 18 teremos shows em praça pública”, acrescentou.

Para o vice-prefeito Vieira, a festa tem sido ampliada nos últimos anos e se tornou uma das maiores festividades tradicionais da região. “Desde que foi criada, há 29 anos, essa festa nunca foi tão bem feita, como vem sendo por nosso governo. Isso tem resultado em mais gente participando das festividades”, disse.

O vereador Luciano Malta, presidente do Legislativo Municipal, ressaltou a importância da festa e assegurou que a bancada governista na Câmara vai continuar dando apoio para que a prefeitura mantenha a tradição, como vem fazendo.

O diretor-presidente do Inmeg, Luiz Pedro, filho de Celso Luiz, disse que a presença maciça dos vaqueiros é uma demonstração nítida de que a festa tem ganhado grandes proporções e que a cultura nordestina continua viva. Tenorinho Malta, irmão de Celso Luiz, afirmou que concorda com o sobrinho e acrescenta que todos os municípios sertanejos deveriam seguir o exemplo de Canapi, valorizando a cultura da região.