Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Cervejas e refrigerantes mais caros

Para quem gostar de tomar aquela famosa cervejinha gelada ou aquele refrigerante uma péssima notícia. Entrou em vigor agora em 1º de maio um decreto presidencial publicado nesta quinta-feira (30) no “Diário Oficial da União”  onde regulamenta o novo modelo de tributação do setor de bebidas frias (cervejas, refrigerantes, águas, energéticos e isotônicos).

A lei 13.097, que trouxe essas alterações, foi publicada no início deste ano e o aumento médio da tributação destes produtos em todo o país está em cerca de 10%. Com média de 1% ao mês, o preço da cerveja subiu 12% durante os últimos 12 meses. Já o refrigerante chegou a 9,24%.

Os dados são do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).