Bebê gigante continua internado com insuficiência respiratória

  • annaclaudia
  • 23/05/2009 20:52
  • Brasil/Mundo
O bebê gigante que nasceu com mais de seis quilos em Bezerros, no Agreste, continua internado na enfermaria pediátrica do Hospital Barão de Lucena.

A criança foi transferida do Hospital Regional Jesus Pequenino para a unidade no Recife na madrugada na última sexta-feira (22) com insuficiência respiratória.

Segundo informações do Hospital Barão de Lucena, o estado de saúde da menina Lauliane Maysa da Silva é estável. Na manhã deste sábado (23), a garota continuava respirando espontaneamente, apenas fazendo uso de um balão de oxigênio. Apesar do quadro de saúde ser estável, ainda não há previsão de alta.

 Na sexta-feira, a pediatra do Barão de Lucena, Eliane Cavalcanti, disse que Lauliane Maysa estava apenas com um desconforto respiratório, comum em alguns bebês. A médica disse ainda que a criança foi submetida a um ecocardiograma, para verificar funcionamento do coração, e que deverá ser submetida a outros exames nos próximos dias.

“O ecocardiograma revelou que o coraçãozinho dela está um pouco dilatado, mas o problema não traz risco à saúde do bebê. Vamos analisar os resultados dos exames para se certificar que ela não tem outro tipo de problema, além da dificuldade respiratória”, afirmou a pediatra.

O nascimento do bebê, na última quarta-feira (20), chamou atenção de todos no hospital em Bezerros. A filha da agricultora Laudissônia Maria Silva nasceu pesando 6,69 quilos e medindo 53 centímetros. Medidas de uma criança de quatro meses, segundo os médicos.