Secretaria da Mulher dá continuidade a campanha

  • teresa
  • 25/05/2009 18:13
  • Maceió
A secretária da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, Wedna Miranda, coordenou na última sexta-feira (22) uma equipe de servidores da pasta e das superintendências da Juventude e do Procon em um dia de conscientização. A ação fez parte da Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, iniciada no último dia 17. O primeiro ato foi a caminhada na orla marítima de Maceió, seguida de adesivação em motéis da capital durante toda a semana.

A primeira ação ocorreu no município de Novo Lino, com panfletagem e adesivação em todos os veículos que transitaram pela BR-101, principalmente os caminhões. A iniciativa contou com a parceria da Polícia Rodoviária Federal, da Secretaria Municipal de Assistência Social e da prefeitura. Novo Lino foi a segunda cidade onde a comitiva esteve com o trabalho. A primeira foi Maragogi e ainda serão percorridas as cidades de Atalaia, Porto Real do Colégio, São Miguel dos Campos e São Sebastião, considerados pontos de grande concentração de caminhoneiros.

“Acredito que essa iniciativa seja inédita aqui na cidade. Eu, como chefe da delegacia de Novo Lino, percebo que os índices de violência sexual contra crianças e adolescentes por aqui são altos”, afirmou Albérico Alves.
À tarde, a comitiva se juntou a cerca de 3 mil pessoas e participaram de uma caminhada que percorreu as principais ruas da cidade, com a presença do prefeito Everaldo Barbosa e da secretária municipal de Assistência Social, Fernanda Viana.

No começo da noite, as ações foram em Maceió e com a presença da equipe de Fiscalização do Procon a comitiva percorreu bares e restaurantes das orlas lagunar e marítima, para orientar donos de estabelecimentos sobre o crime de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Foram visitados estabelecimentos do Dique Estrada, Pajuçara, Jatiúca e Cruz das Almas.

Todos os locais visitados foram liberados pelos proprietários para que a equipe colasse nas paredes cartazes e adesivos sobre o tema. Os freqüentadores também foram alertados e receberam panfletos nos locais.

“Nosso objetivo é envolver a sociedade nas ações de enfrentamento à violência sexual a que são submetidas milhares de crianças. Estamos sensibilizando motoristas, donos e frequentadores de bares e restaurantes sobre a importância de se combater esse tipo de crime. Percebemos uma boa aceitação nesses locais e não houve nenhuma dificuldade para adesivar nos estabelecimentos visitados. Os motoristas que alertamos, inclusive os caminhoneiros, também foram bastante receptivos”, considerou a secretária Wedna Miranda.

A campanha envolve a conscientização em postos de combustíveis onde há parada de caminhões e os próprios caminhoneiros porque as rodovias federais estão entre os principais pontos de exploração da prostituição infanto-juvenil no Brasil.