Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Comissão de São José da Tapera participou do 27º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e 8º Congresso Brasileiro de Saúde, Cultura de Paz e Não-Violência realizados no período de 09 a 12 de julho de 2011 no auditório do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília

Participaram dos eventos o prefeito Jarbas Ricardo, Jaria Ricardo (Secretária Municipal de Saúde), Nara Verônica (Coordenadora da Atenção Básica), Claudiana Souza (Coordenadora do IEC), Cleanio Melo (Chefe do Setor de Compras), Cleane Medeiros (Coordenadora do NUPS), Damácio Ricardo (Diretor Financeiro), Neyla Campos (Coordenadora das Endemias e do PSE), Vandilma Ramos (Coordenadora do NASF) e Waleska Fernandes (Coordenadora da Atenção Básica).

O objetivo geral da equipe foi buscar qualificação e capacitação profissional, além de discutir a política pública da saúde uma vez que participamos de vários cursos, palestras e oficinas. A troca de experiências seguramente fortalece as discussões sobre a melhoria da qualidade das ações e serviços nos municípios brasileiros.

O congresso foi uma experiência ímpar uma vez que participamos de discussões do nosso sistema de saúde a nível nacional. Percebemos que muitos dos nossos problemas são de todos os municípios nordestinos, e através desse debate nós podemos propor possíveis ações que contribuam para com o enfrentamento das desigualdades encontradas na nossa região.

27º Congresso do Conasems


A abertura de um dos maiores eventos de saúde pública da América Latina, 27º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e 8º Congresso Brasileiro de Saúde, Cultura de Paz e Não-Violência foi marcada pelo discurso em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) do Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e pela homenagem a Maria da Penha.

O evento que teve por tema "Saúde no Centro da Agenda de Desenvolvimento do Brasil e a Ampliação e Qualificação do Acesso do Cidadão ao SUS" reuniu de 09/07 á 12/07 mais de 3.700 pessoas no auditório do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

O Congresso foi aberto oficialmente pelo presidente do Conasems, Antônio Carlos Figueiredo Nardi, que destacou os principais desafios da agenda Conselho: a rediscussão das redes de urgência e emergência, o enfrentamento do Crack e da dependência química por meio de um programa intersetorial, a aprovação da emenda 29 e a fixação de profissionais de saúde, não só em áreas remotas, mas também nos municípios de médio e pequeno porte e regiões metropolitanas.

Na cerimônia, Padilha também anunciou a assinatura de um conjunto de portarias para o fortalecimento da Atenção Básica: aumento do Piso de Atenção Básica (PAB) de R$ 18 para R$ 27; reajuste dos valores pagos aos profissionais que integram equipes de Saúde da Família (ESF); incentivo de qualidade para Atenção Básica, que irá dobrar o valor repassado para o Programa de Saúde da Família, para aqueles municípios que aderirem; e a construção de 8 mil Unidade Básicas de Saúde (UBS) e a ampliação de 15 mil UBS, ações que integram o PAC II, além de uma linha de financiamento para reforma de UBS com repasses fundo a fundo.

Homenagem – Durante a cerimônia de abertura, a biofarmacêutica Maria da Penha foi homenageada com a Medalha Dom Helder Câmara. A Medalha é entregue a pessoas que tenham feito um trabalho reconhecido em prol da não-violência e da cultura de paz. Para a homenageada "a cultura da paz passa por uma gestão de saúde pública de qualidade" e disse da necessidade do SUS desenvolver um atendimento diferenciado para os portadores de deficiência e para mulheres vítimas de violência domésticas.

Durante o evento foram desenvolvidas oficinas, seminários, cursos, lançamentos de publicações, painéis, mesas redondas e Café com Ideias abordando os mais diversos temas ligados à saúde pública