Reprodução/Rede Record Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Atriz teve sua foto usada no bilhete sem autorização

Um comunicado da Associação Cedro do Líbano de Proteção à Infância causou furor nas redes sociais. A entidade beneficente localizada na zona sul da cidade de São Paulo enviou para os pais e alunos da creche um pedido para que as crianças fossem à apresentação de Natal com os cabelos lisos e soltos "para ficarem ainda mais bonitas".

No comunicado havia uma foto da atriz Larissa Manoela, numa representação de como deveria ser o penteado. Porém, ela não autorizou a utilização da imagem dela.

Assim que o comunicado foi compartilhado nas redes sociais vários internautas se manifestaram dizendo que o pedido era racista e preconceituoso ao criar um constrangimento para as crianças de cabelos cacheados e crespos.

A Associação Cedro do Líbano de Proteção à Infância divulgou uma nota afirmando que o comunicado foi um equívoco, que respeita a diversidade e abomina o preconceito.

A atriz Larissa Manoela se manifestou por meio de nota que foi divulgada pela assessoria de imprensa. No texto ela diz que ficou “muito triste” ao saber do ocorrido e disse que jamais discriminou pessoas que fossem diferentes a ela. Ainda em nota, a atriz disse que a pessoa que escreveu o bilhete “foi muito infeliz” e disse que “aos olhos de Deus somos todos iguais”.