Reprodução/Record Bahia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Diogo dos Santos, de 18 anos, foi flagrado após descer do coletivo, na Chapada do Rio Vermelho

Um homem foi preso após roubar o celular de uma passageira dentro de um ônibus, em Salvador. Diogo dos Santos, de 18 anos, foi flagrado após descer do coletivo, na Chapada do Rio Vermelho. 

O jovem foi encaminhado por uma guarnição da Polícia Militar para o Gerrc (Grupo Especial de Repressão a Roubos de Coletivos), na Baixa do Fiscal. Na delegacia, Diogo garantiu que não era criminoso e alegou que roubou o aparelho para completar o pagamento do aluguel de R$ 600. 

— Infelizmente, foi pelo desespero, por que eu estou desempregado. Eu estava trabalhando na obra, mas, infelizmente, por causa da crise, mandou todo mundo embora. 

Segundo a polícia, o assaltante foi surpreendido com uma faca, mas o jovem alegou que não usou nenhuma arma para cometer o crime. Diogo contou que estava sentado ao lado da vítima e apenas pediu que ela passasse o celular. 

— Eu não tava (sic) com nada na mão. 

Ele afirmou que iria vender o aparelho por R$ 300, para pagar o aluguel. O jovem disse que morava com a mulher, a sogra e o filho, de seis meses. 

— Eu tenho que pagar o aluguel. Se a dona pedir a casa? Minha mulher vai ficar na rua com meu filho? Não pode! 

Aparentemente arrependido, o rapaz fazia questão de salientar que: “não sou ladrão, sou trabalhador. Foi desespero meu”. Ele ainda pediu perdão à vítima.  

Antes de ser transferido para o presídio, Diogo afirmou que vai sair do mundo do crime, dar a volta por cima e servir a Deus. 

— Só quem pode me tirar daqui, hoje, é Deus. 

Mesmo diante de todas as alegações, o acusado foi conduzido para a Penitenciária Lemos de Brito, localizada no bairro da Mata Escura, na capital. 

Assista ao vídeo: