Um relatório do Tribunal de Contas do Estado do Piauí aponta que o deputado estadual Robert Rios (PC do B) usou R$ 9.455,70 da Assembleia Legislativa para pagar implantes de silicone para os seios para sua então mulher, em 2009.

O procedimento foi realizado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Após o tribunal apontar as irregularidades, no ano passado, Rios devolveu o dinheiro.

O relatório integra a investigação da Polícia Federal sobre desvios de verbas no Legislativo piauiense.

No documento, o tribunal diz não ver "justificativa legal" para a despesa, "mormente quando se trata de procedimento cirúrgico eletivo e de natureza estética, que não objetivou salvar a vida da esposa do referido parlamentar".

O advogado de Rios, Willian Guimarães, disse que os implantes na então mulher do deputado foram colocados devido a "problemas de saúde", mas não soube dar detalhes do caso.