Célia volta cobrar mais segurança para Arapiraca: "Não vemos ações mais eficazes"

  • Assessoria
  • 17/02/2014 11:57
  • Cidade
Assessoria
Prefeita Célia Rocha

Em solenidade ocorrida na manhã desta segunda-feira (17), no Fórum da Comarca de Arapiraca, a prefeita Célia Rocha (PTB) prestigiou a posse do procurador de justiça Geraldo Magela Pirauá como membro titular do Conselho Estadual de Segurança.

O evento contou com a presença do secretário de Estado de Defesa Social, Eduardo Tavares; presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJ/AL), desembargador Sérgio Jucá; juiz da Comarca local, Giovani Jatubá; representantes das polícias Civil e Militar, Câmara de Vereadores, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Arapiraca, entre outros representantes da sociedade.

A reunião representa a interiorização dos trabalhos do Conselho Estadual de Segurança, que realizou, este ano, a primeira atividade no interior de Alagoas.

Na ocasião, a prefeita Célia Rocha parabenizou o procurador Geraldo Magela durante a posse no Conselho.

“Este momento representa um sentimento de alegria, com a posse do nosso amigo Magela, mas, por outro lado, também significa um desconforto ao vermos a atual realidade da violência em nossa cidade”, salientou.

Célia Rocha relatou os noticiários da imprensa local, com o aumento do roubo de veículos, assaltos e assassinatos.

A prefeita também ressaltou o trabalho desenvolvido pelo Conselho Municipal de Segurança, com visitas permanentes às delegacias especializadas e apresentação de sugestões aos órgãos competentes que cuidam da segurança pública.

“Estamos ampliando as parcerias com o governo estadual, apesar dos trabalhos isolados das polícias locais, mas não vemos ações mais eficazes na estruturação do setor para o combate à violência e à criminalidade em nosso município”, acrescentou Célia Rocha.

O secretário de Defesa Social, Eduardo Tavares, ouviu atentamente o discurso de Célia e prometeu atender às reivindicações da prefeita.

Ele anunciou a permanência dos 200 novos policiais-estagiários, a chegada da Cavalaria da Polícia Militar, além de novos delegados e mais 60 agentes civis para o município.