Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Ronaldo Lessa e Rui Palmeira

Há aproximadamente quatro meses que antecedem as eleições, o grupo de oposição em Alagoas vem dialogando nos bastidores a fim de emplacar um nome forte para ir a disputa contra o governador Renan Filho (MDB). O prefeito de Maceió e presidente estadual do PSDB, Rui Palmeira, tenta convencer o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) a ser pré-candidato a governador de Alagoas.

No último final de semana, Palmeira e Lessa teriam se reunido em Maceió para discutir sobre a capital e inevitavelmente se foi discutido sobre o cenário político de Alagoas especificamente da disputa ao governo de Alagoas que até o momento tem pré-candidatura única do atual governador a reeleição.

Ronaldo vive um dilema. Não sabe se aceita coordenar a campanha de reeleição do governador Renan Filho (MDB), repetindo 2014, ou se aceita disputar e tentar voltar ao cargo de governador de Alagoas pela terceira vez. Aliados mais próximos dizem que o deputado vai concorrer à reeleição e é peça importante nas campanhas de Renan Pai (ao Senado) e Renan Filho.

Com base em pesquisas internas, Ronaldo estaria bem pontuado e com inclusive chances de vencer Renan Filho na disputa ao executivo, o que mostrou o prefeito de Maceió, Rui palmeira (PSDB) que tenta convencer o ex-governador a ir a disputa. Outro que tambem tenta convencer Lessa a ir a disputa é o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, com argumento de que Alagoas teria palanque para o pré-candidato a presidente, Ciro Gomes.

Nas eleições de 2010, Lessa, disputa novamente o governo alagoano, onde alcança o segundo turno mas é derrotado por Teotônio Vilela Filho. Até o momento a oposição segue sem um nome a disputa, caso Lessa não aceite o convite fica improvável um nome páreo para enfrentar Renan Filho nas urnas.