Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Ex-governador Teotônio Vilela (PSDB)

Já à vespera das convenções eleitorais onde serão oficializadas todas as candidaturas para a disputa nas eleições deste ano até o ínicio de agosto, no dia 05. O grupo de oposição em Alagoas vem dialogando a fim de apresentar um nome para a disputa ao governo do estado contra o governador Renan Filho (MDB) que irá a reeleição e até o momento não possui um adversário a altura na disputa.

Informações que circulam nos bastidores é de que o Partido Progressista (PP) capitaneado no estado pelo Senador Benedito de Lira que irá a reeleição junto com seu filho o deputado Arthur Lira (PP) que também vai em busca de um novo mandato, estariam dialogando com membros do PSDB para apresentar o nome do ex-governador Teotônio Vilela (PSDB) para a disputa ao governo.

Até então os partidos teriam já definido de acordo com a a indicação do bloco, o vice na chapa do PSDB, que se trata do empresário: Josué Alencar, filiado ao PR, filho do ex-presidente José Alencar. Dirigentes dos partidos do Blocão (PP, DEM, PR, PRB e SD) teriam confirmado a aliança selada, desde que o PSDB honre o pactuado.

No entanto, o ex-governador Teotônio Vilela, teria anunciado no mês de março que não iria concorrer a nenhum cargo após desistir de disputar o senado. Mesmo assim o PP vem dialogando com o PSDB na tentativa de fazer com que Teotônio seja convencido a partir para a disputa. O ex-governador governou Alagoas por dois mandatos consecutivos de 2007- 2010 e 2011-2014. Caso tope partir para a disputa irá concorrer a um terceiro mandato.