Internet 09a91341 a1eb 4545 b1a2 cfcb713668f5

O juiz Leandro Folly, da 3ª Vara Criminal de Santana do Ipanema, decidiu revogar a prisão do ex-tenente-coronel Manoel Francisco Cavalcante. Manoel é apontado como líder da Gangue Fardada [organização criminosa composta por policiais militares] e suspeito de ter cometido diversos crimes em Alagoas.

Na decisão, o juiz disse que "analisando os autos, verificou que o magistrado titular da 16ª Vara Criminal da Capital informou ao Juízo que a pena referente ao presente processo de execução não se encontrava unificada, solicitando informações quanto ao cumprimento do mandado de prisão, uma vez que o réu foi condenado ao regime fechado”.

Além disto, na mesma decisão, o magistrado afirmou que “ocorre que, em decisão posterior, oriunda da mesma 16ª Vara Criminal da Capital e datada de 14/08/2018, informou-se a este juízo acerca da unificação da pena do presente processo de execução, razão por que determino que seja expedido o respectivo contramandado de prisão, em razão da incompatibilidade com o regime remanescente da unificação".

Em março deste ano, Cavalcante teve prisão decretada pelo juiz Leandro Folly em razão do crime cometido no ano de 1998 e que vitimou o caseiro Cristóvão Luiz dos Santos. O coronel chegou a ser preso em 1998, mas deixou a prisão seis anos depois.