Fórum sugere implantação de Cultura da Paz em Alagoas

  • teresa
  • 18/06/2009 15:45
  • Maceió
Integrantes do Fórum Pela Vida e Pela Paz estiveram na noite desta quarta-feira (17) com o governador Teotonio Vilela para pedir que Alagoas implante a Cultura da Paz, a exemplo da grande maioria dos estados brasileiros.

O presidente do fórum, Eugênio Vilela, disse ao governador que o movimento teve como incentivo a teoria da paz trazida a Alagoas pelo colombiano Antanas Mockus, ex-prefeito de Bogotá. “A partir daí passamos a conhecer políticas públicas de paz implantadas no Brasil e em outros países”, disse o presidente.

Segundo Eugênio, o fórum é formado por voluntários e defendeu o engajamento do governo do Estado nas ações que objetivam reduzir a criminalidade e formar cidadãos pacíficos. A advogada Elizabeth Marques, que faz parte do movimento, entregou a Teotonio Vilela um relatório das atividades já desenvolvidas pelo fórum e fez referência ao governador de outros estados em que a Cultura da Paz já está produzindo resultados na diminuição da violência. “São Paulo já registra uma queda considerável no número de homicídios”, apontou.

Compromisso

O governador Teotonio Vilela disse que o seu governo tem compromisso com a paz e que ele tem convicção de que apenas uma instituição específica para fazer a paz pode abrigar todos os conceitos, instrumentos e viabilidade de ações nesse sentido. “Tenho a paz como meta de vida”, declarou o governador, que se comprometeu em ajudar o fórum na Caminhada Pela Paz, marcada para o próximo dia 7 de julho, em Maceió. “Vamos estar juntos na convocação pela paz”, enfatizou Teotonio.