O Manchester City aceitou a proposta do Corinthians pelo atacante Carlos Tevez, segundo informações da rede de televisão britânica BBC e de jornais como o The Guardian, o Express e o The Sun, no início desta segunda-feira. O clube inglês teria chegado a um acordo com o time brasileiro após uma nova oferta feita na última sexta-feira.

Como o ESPN.com.br já havia adiantado no último sábado, o presidente corintiano Andrés Sanchez manteve os 40 milhões de euros (cerca de R$ 90 milhões) pelo argentino e aumentou a proposta ao oferecer bônus de mais 4 milhões de euros por resultados obtidos pelo jogador. O City, assim, resolveu vender Tevez por menos do que os 50 milhões de euros que estava disposto a receber.

"Nós chegamos a um acordo com o Corinthians, mas no momento Carlos ainda é jogador do City", afirmou o técnico Roberto Mancini, em entrevista ao canal Sky Sports.

Na última semana, o empresário Kia Joorabchian havia afirmado ao ESPN.com.br que Tevez estava perto de voltar ao Corinthians. O atacante manifestou a sua vontade de deixar o futebol europeu para retornar à América do Sul e ficar mais próximo da Argentina, onde moram as suas filhas. No fim de semana, os dirigentes do City demonstraram ter gostado da proposta corintiana, mas ainda tinham esperanças de tentar convencer Carlitos a ficar na Inglaterra.

Os ingleses ainda esperam ter uma conversa com Tevez nesta segunda-feira antes de anunciar a concretização do negócio. Se Carlitos ratificar a sua intenção de sair, a transferência deve ser fechada. A diretoria do Corinthians também ainda não confirma a contratação, mas deve se pronunciar nesta segunda. A janela de inscrições para o Campeonato Brasileiro termina nesta quarta-feira.

Ainda conforme o ESPN.com.br já antecipava no sábado, há pelo menos três motivos que ajudam a negociação e podem levar a um desfecho positivo para o Corinthians:

- o atacante argentino não irá para um grande clube europeu, um potencial rival do Manchester City tanto na Inglaterra como na Liga dos Campeões da Europa;

- Tevez quer ir embora da Europa para ficar perto da Argentina e está diminuindo o salário que ganhará apenas porque é o Corinthians, e ele não aceitaria ganhar menos em outro clube europeu;

- com o valor da oferta próximo do que gostaria, o City deve conseguir assim ir forte para contratar outro argentino, Kun Agüero, do Atlético de Madri.