Divulgação/Internet 0b8bcd34 2836 48d7 8fff 5a29e2498721

A Equatorial Energia que venceu o leilão da Ceal nessa sexta-feira (28) será responsável pela distribuição de energia elétrica em quatro estados brasileiros - Alagoas, Maranhão, Pará e Piauí -. A Equatorial comprou a Eletrobras Alagoas por um preço de R$ 50 mil no leilão na sede da B3, antiga Bolsa de Valores de São Paulo.

A empresa implementará seu reconhecido modelo de gestão e  experiência em administrar áreas de concessão complexas para melhorar a situação precária do setor elétrico no estado. Com a adoção das melhores práticas do grupo, que são referência na Cemar (Companhia Energética do Maranhão) e na Celpa (Centrais Elétricas do Pará), além de estarem sendo implantadas desde outubro na Cepisa (Companhia de Energia do Piauí).

A conclusão da operação está sujeita à aprovação da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e do Cade (Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência).

O grupo reconhece que os desafios na Ceal serão muitos, mas aposta na expertise que tornou a Cemar e a Celpa exemplos em quesitos como melhoria da qualidade do fornecimento, recuperação financeira e sustentabilidade, além do reconhecido modelo de gestão.

A Ceal se juntará à recém adquirida Cepisa e passará por um processo de transição natural neste cenário. A companhia terá como uma de suas principais metas a prestação de um serviço de qualidade para os consumidores alagoanos.

O grupo Equatorial acredita que os investimentos e melhorias na qualidade do serviço prestado deverão ser catalisadores do desenvolvimento econômico e social do estado, possibilitando maior geração de emprego e renda à população.