D7b9b8a7 e774 4333 a712 fa45ec8b0eec

Com base em um relatório da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Alagoas , o governo do estado declarou situação de emergência em 38 municípios alagoanos devido ao longo período de estiagem e aos efeitos provocados pela seca.

De acordo com o governo, ainda é alto o alto comprometimento dos reservatórios hídricos locais, ocasionando grandes dificuldades da população no abastecimento d´água para o consumo humano e animal.

O Estado reconheceu que os moradores destas cidades afetados não superaram os danos e prejuízos provocados pelo evento adverso, haja vista a situação socioeconômica desfavorável em cada região.

O decreto é válido por 180 dias nas cidades de: Água Branca, Arapiraca, Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Canapi, Carneiros, Craíbas, Coité do Nóia, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Estrela de Alagoas, Girau do Ponciano, Inhapi, Igaci, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Lagoa da Canoa, Major Izidoro, Maravilha, Mata Grande, Minador do Negrão, Monteirópolis, Olho D’Água das Flores, Olho D’Água do Casado, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, Quebrangulo, Santana do Ipanema, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira e Traipu.