Reprodução 36b377b7 18b9 4a46 a89b a4703a26c7e5

O primo de Baixinho Boiadeiro, o jovem Dênis Boiadeiro revelou durante uma entrevista a um repórter da emissora TV Pajuçara em Maceió sobre o plano para matar o deputado estadual Paulo Dantas (MDB) e a Prefeitta de Batalha, Sertão de Alagoas, Marina Dantas (MDB) e também revelou sobre um suposto plano para matar membros de sua própria família.

A Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC) atráves deseus delegados obteve aúdios que revelam uma voz semelhante a de Baixinho Boiadeiro ordenando a execução do crime contra membros da família Dantas. Baixinho foi preso na segunda-feira (04) após comparecer a um júri no qual junto com seu irmão Preto Boiadeiro foi condenado por um duplo homicídio qualificado ocorrido no ano de 2006.

De acordo com Dênis, o plano para executar o deputado e a prefeita teria se originado de uma ligação de um homem identificado como: Adriano, este que por sua vez teria ligado para Dênis e revelado sobre um suposto plano para executar membros da família Boiadeiro. Áudios de conversas que seriam de Teobaldo, irmão da prefeita Marina e de Hermes, segurança do deputado Paulo, nos quais em seu conteúdo, segundo Dênis se referiam a um plano para matar sua família por R$ 150 mil reais cada membro. A morte de Baixinho Boiadeiro seria a mais desejada.

De acordo com o Boiadeiro, Adriano teria cobrado o dobro para matar o casal Marina Dantas e Paulo Dantas. Dênis teria peço os áudios sobre o suposto plano para matar membros da sua família e Adriano não teria dado fazendo a contraproposta de executar membros da família Dantas.

Assista aqui a entrevista!