Divulgação Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Escola Superior do Ministério Público do Estado de Alagoas (ESMP/AL) divulgou, nesta quinta-feira (28), o edital do processo seletivo 2019 para provimento de vagas e formação de quadro de reserva de estagiários para 11 diferentes áreas de atuação dentro da instituição. Esta será a primeira vez na história do órgão que haverá estágio para a atividade-meio, ou seja, para áreas diferentes do Direito. As inscrições poderão ser realizadas exclusivamente no site da Fundação Apolônio Salles de Desenvolvimento Educacional (Fadurpe), no período de 28 de março a 28 de abril. Ao todo, serão 190 vagas ofertadas.

As regras da seleção foram publicadas hoje no sítio http://www.fadurpe.com.br/mpal2019 e as inscrições só podem ser feitas por meio desse mesmo endereço eletrônico. Os estudantes que forem aprovados farão estágio com carga horária de 20 horas semanais, no período da manhã ou da tarde, com duração de seis meses, com possibilidade de prorrogação de três vezes por igual período, a critério do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL). O horário de estágio será definido de acordo com o funcionamento da Procuradoria-Geral de Justiça e das Promotorias de Justiça locais.

“Esta será uma grande oportunidade para os universitários participarem da rotina dos membros do Ministério Público e adquirirem conhecimento”, disse Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, procurador-geral de justiça.

Vagas e bolsa educacional

Estão sendo oferecidas 190 vaga para capital e mais outros 56 municípios de todas as regiões do estado. Os candidatos deverão escolher o estágio entre as áreas de Direito, Comunicação Social, Informática, Administração, Ciências Contábeis, Biologia, Arquitetura, Biblioteconomia, Engenharia, Psicologia e Serviço Social.

Do total de vagas ofertadas, 10% serão reservadas para pessoas com deficiência (PCD) e mais 10% para pessoas negras (pretos ou pardos) (NEP), conforme em normatização interna do Ministério Público. Caso não haja aprovados para essas vagas reservadas, elas serão revertidas para a concorrência geral.

O estagiário terá direito a uma bolsa de complementação educacional no valor de um salário-mínimo vigente, auxílio-transporte e seguro de vida.

As inscrições, que só podem ser feitas pelo site http://www.fadurpe.com.br/mpal2019, custam R$ 50,00 reais. O valor é recolhido mediante boleto bancário gerado no momento que o candidato se inscreve para participar da disputa.

Oportunidade acadêmica

Também para o diretor da ESMP/AL, procurador de justiça Luiz Barbosa Carnaúba, o estágio beneficia estudantes e instituição, uma vez que os primeiros terão a chance de aprimorar sua formação acadêmica, bem como dotarão o Ministério Público de estagiários que apoiarão as ações dos agentes ministeriais.

“Trata-se de uma oportunidade ímpar para os estudantes atuarem ao lado de profissionais qualificados, como são os cados dos promotores de justiça e demais diretores da Casa. Nessa troca de experiências frutífera, o acadêmico poderá conhecer a dinâmica da instituição, acompanhar o comprometimento dos membros e servidores com a causa social e, acima de tudo, partilhar de valores morais importantes ao agente em formação. Temos episódios dos mais diversos em que estagiários se transformaram em profissionais de sucesso, dentro, inclusive, do Ministério Público”, disse ele

O processo seletivo será constituído de uma prova objetiva, que ocorrerá no dia 26 de maio, no horário das 13h às 17h, em local indicado pelo cartão de inscrição. A avaliação terá 60 questões de múltipla escolha, sendo divididas em duas partes: Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa e Promoção da Igualdade Racial) e Conhecimentos Específicos (de acordo com cada área).

Mais rigor e celeridade

O vice-diretor de Planejamento da Escola Superior do Ministério Público, promotor de justiça Cláudio José Brandão, elogiou a contribuição que os estagiários têm dado ao Ministério Público, principalmente no apoio ao rigor e celeridade na análise processual: “O estágio é um intercâmbio de conhecimento e os estagiários trazem um benefício enorme para a instituição porque, além de aprenderem, eles também nos atualizam sobre muita coisa. Por exemplo, aqueles que são do curso de Direito estão recebendo novos conhecimentos neste momento, lidando com as leis já atualizadas”, comentou ele.