Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Integrantes da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) acataram um pedido de Habeas Corpus da defesa do ex-prefeito do município de Mata Grande, Sertão de Alagoas, Jacob Brandão (PP). O ex-prefeito é acusado pelo Ministério Público de Alagoas (MPE/AL) de desviar R$ 12 milhões dos cofres públicos do município sertanejo.

Em Janeiro de 2018 foi requerida a prisão de Jacob pelo Poder Judiciário de Alagoas, em agosto do referido ano, ele teria se apresentado a polícia. Ele se encontrava preso no Presídio Baldomero Cavalcante em Maceió. Solto pela decisão da câmara criminal proferida nesta quarta-feira (19), por meio de um Habeas Corpus parcial, no qual visa substituir a custódia preventiva pela prisão domiciliar ''ACORDAM".