Intenauta do Pão de Açúcar Notícias Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Uma idosa, aparentando uma média de 80 anos, precisou sentar no chão enquanto aguardava atendimento na agência do Banco do Brasil, na cidade de Pão de Açúcar. O fato, que deixou uma seguidor do Pão de Açúcar Noticias indignado, aconteceu na manhã de quinta-feira (04). Segundo o seguidor, que também nos enviou a imagem, a senhora estava dentro da agência bancária, numa fila, na antessala ao atendimento administrativo, onde ficam instalados os caixas eletrônicos, aguardando o início do expediente e a abertura da porta giratória, que se dá às 10h.

Nosso seguidor se disse indignado com a situação e relatou ter solicitado, através da proteção de vidro que divide as duas salas, um assento para a senhora, responsabilizando a gerência pelo fato. Segundo o mesmo, é frequente a ocorrência de cenas como a de hoje, argumentando que a agência deveria disponibilizar ao menos algumas cadeiras no local, para que as pessoas mais idosas pudessem aguardar sentadas a abertura da sala administrativa da instituição bancária.

Em contato com o gerente local da instituição, Sr. Augusto César, a página Pão de Açúcar Notícias apurou que no momento em que a senhora estava sentada no chão, não havia sido iniciado o expediente bancário na área interna da agência, onde existem cadeiras para acomodar os clientes. O gerente também relatou que ao tomar conhecimento do fato se dirigiu até onde se encontrava a senhora e contornou a situação, inclusive, citando a presença de uma outra idosa, sentada numa cadeira, ao lado da que estava apoiada ao chão. A gerência afirmou que, na medida do possível, disponibiliza algumas cadeiras para as pessoas mais idosas que ficam na fila, à espera da abertura da agência.

Em Pão de Açúcar são frequentes as reclamações por conta da precariedade na oferta dos serviços bancários. Além do longo tempo de espera nas filas e para a abertura de algumas agências, os clientes reclamam da constante falta de dinheiro nos caixas eletrônicos locais.