Arquivo Pessoal Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Enfermeira Janailma Ramos vai a Moçambique em Setembro ajuda vítimas de catástrofe

A Enfermeira sertaneja Janailma Ramos da Silva, residente em Santana do Ipanema, Sertão de Alagoas, decidiu tomar uma atitude solidária e corajosa. Sensibilizada com a catástrofe ocorrida em Março deste ano em Moçambique onde um forte ciclone chamado: ''Ciclone Idai'' na África ocasionou a morte de muitos moradores, segundo um balanço divulgado pelo G1, pelo menos 602 mortes foram registradas em Moçambique.

Após tomar conhecimento do testumunho de  um missionário amigo seu, identificado como: Edinaldo Soares, Janailma que trabalha há 6 anos como enfermeira em um hospital e é agente comunitária de saúde no município, tomou a difícil decisão de prestar seu trabalho de forma solidária as vítimas do ciclone em Moçambique. Membra do movimento católico Cursilho de Cristandade, a enfermeira, resolveu angariar recursos financeiros por meio da colaboração de amigos e familiares para custear a viajem prevista para o mês de Setembro.

Em contato com o portal Minuto Sertão, Janailma, contou em detalhes sobre sua decisão: ''O amigo Jaudiran viu minhas postagens no Facebook, Instagram e se sensibilizou com essa minha missão. Tudo começou com a visita de um amigo missionário, o Edinaldo, e ele falando da sua experiência que está em missão lá na àfrica em Moçambique, cidade de Dombe, eu sou cursilhista e ele veio dar seu depoimento na escola que a gente tem. A partir daí eu senti esse chamado, tenho vontade de servir e assim eu me organizei desde março, me organizei para ir nas férias e assim foi feito graças a Deus. Realmente eu não tinha como ver a possibilidade da passagem, de pedir a passagem as pessoas, ai eu já comprei as minhas passagens, na verdade, fiquei devendo, né? (risos...) A gente arruma um jeito. O que estou pedindo, ou seja, arrecadando em dinheiro para quando chegar lá converter em dólar e ver o que estão necessitando e doar. Lá eu ficarei hospedada na Fazenda da Esperança, ala feminina, é através desse projeto também da Fazenda da Esperança na qual o amigo Edinaldo é missionário e coordenador da Fazenda da Esperança ''Ala masculina''. Eles ajudam muitas pessoas lá, principalmente depois do ciclone. São mais de 3 mil pessoas que a fazenda acolhe dando alimentos, eles possuem 4 acampamentos, no qual dão assistência e toda ajuda independente do valor será muita bem vinda, desde já agradeço'', finalizou Janailma.

Jaudiran, amigo de Janailma, em contato com a reportagem do Minuto Sertão, falou sobre a iniciativa de sua amiga e declarou que também irá a Moçambique em janeiro de 2020, aonde passará 60 dias. Já Janailma pretende passar 20 dias, a mesma irá no dia 5 de setembro retornando no dia 25.

 

Ajude a Vakinha Virtual de Janailma, doando qualquer valor: Clique aqui e doe!