Reprodução/ Redes Sociais Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Um dos filhos do idoso Gildo Maximino de Carvalho, de 72 anos, resolveu se pronunciar. Gildo foi agredido até a morte na madrugada de quinta-feira (26) em uma praça pública no centro de Olho d´Água das Flores, Sertão de Alagoas. O crime revoltou toda a sociedade e repecutiu a nível nacional. O acusado teria usado o nome falso de ''Alex'' em Alagoas por ser foragido da justiça no estado de São Paulo após ter assassinado sua ex-companheira, além de responder por outros crimes.

José Antônio de Jesus da Silva, teria agredido o idoso conhecido como: ''Gildo do Rádio'' que devido as agressões, teve traumatismo craniano vindo a entrar em óbito. Um dos filhos da vítima, o comerciante Flávio Carvalho cobra a prisão de José Antônio que encontra-se foragido. “Esse cara tem que parar. Não só pela morte do meu pai. Mas por todas as outras pessoas que ele já fez mal e por outras que ainda podem ser vítimas dele”, desabafou o comerciante.

Um ato de manifestação cobrando justiça para o caso estaria sendo organizado para acontecer na próxima segunda-feira (05) em Maceió nas imediações da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/AL). A Polícia disponibiliza o Disque-denúncia para quem localizar José Antônio denunciar anônimamente atráves do 181.