Segundo Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, em agosto de 2019 foram comercializadas na cidade de São Paulo 4.405 unidades residenciais novas - entre  casas e  apartamentos no centro. Em comparação ao mês anterior, houve aumento de 34%, superando, portanto, as 3.284 comercializadas em julho, com crescimento de 70% em comparação ao mesmo período de 2018.
 

A região Sul, da qual faz parte o bairro Paraíso, liderou praticamente todos os indicadores imobiliários com venda de 1.976 unidades e 2.584 unidades em lançamentos.

O Paraíso é um dos bairros mais desenvolvidos e valorizados de São Paulo. Com proximidade à Avenida Paulista, outro importante cartão postal da capital paulistana, o bairro faz parte de uma região nobre e por isso é uma excelente escolha para quem procura por apartamentos studio no centro de São Paulo.

Quem procura por apartamentos em São Paulo, sempre acaba achando  a região interessante por opções de programas como Centro Cultural de São Paulo, Shopping Pátio Paulista e claro, do Parque do Ibirapuera.  Continue lendo  entenda um pouco mais sobre a história do bairro;

História do bairro 

Criado a partir da Chácara do Sertório, que pertencia a dona Alexandrina de Moraes, na década 1860, o bairro nasceu nas imediações da atual praça Osvaldo Cruz. Os primeiros loteamentos da região surgiram a partir de 1886 e a fundação oficial do bairro acontecerá apenas em 1897.

Apesar de as controvérsias no que diz respeito aos limites geográficos do bairro, que antigamente já se confundia com as regiões da Bela Vista e da Liberdade, a região do Paraíso sempre foi privilegiada por oferecer fácil acesso à importantes pontos turísticos da cidade como a Casa das Rosas.


A Casa das Rosas é uma casa de estilo clássico francês, projetada e construída pelo arquiteto Francisco de Paula Ramos, no ano 1935. A mansão possui 30 cômodos, um lindo jardim de rosas e é considerada um Patrimônio Histórico, transformando-se em 1991 em um espaço cultural.

Na era do café, era ponto de reunião dos barões, mas foi construída para  abrigar uma das filhas de Ramos de Azevedo.


A região é excelente alternativa para que está procurando por apartamentos à venda no centro de São Paulo, porque oferece facilidade de transporte público com ônibus que vão para diferentes zonas da cidade e uma linha de metrô que faz integração com a linha 1- Azul e Linha 2 Verde.