Existem diversas peças de roupas que as pessoas consideram essenciais no dia a dia, contudo o que é de fato imprescindível no guarda-roupa da mulher é a lingerie. Ainda que não sejam expostas, elas são importantes para deixar o seu visual ainda mais poderoso. Afinal, você sabe como elas surgiram? Conheça a história da lingerie!

Como as lingeries surgiram?

Os corsets (também conhecidos como espartilhos) surgiram em 1700 com o objetivo de corrigir a postura e reduzir as medidas da cintura. Para isso, a peça era confeccionada com diversos painéis estruturados com hastes rígidas que elas unidas pela costura.

Os corselets ainda não utilizados no dia de hoje, mas não é uma unanimidade entre as mulheres, visto que para obter efeito semelhante e de uma forma menos dolorida, elas utilizam os modeladores - como é o caso da cinta de compressão, por exemplo.

Dois séculos depois, surge um produto que revolucionou a vida da mulher: o sutiã! Com o fim dos espartilhos no final dos anos 1900, o estilista francês Paul Poiret criou modelos de vestidos que não exigia mais o uso da peça. Contudo, por conta do costume dos seios ficarem modelados e avantajados, as mulheres sentiram que estava faltando algo.

Foi em 1907 que a americana Mary Tucek teve a ideia de criar uma peça com alças nos ombros, bojos separados e preso na parte de trás por colchetes. De lá para cá os sutiãs passaram por inúmeras mudanças, e hoje contamos com diversas formas e modelos que vão desde o sutiã push up, ao sutiã sem bojo e também o sutiã de bojo, bem como o sutiã meia taça, além do sutiã tomara que caia e também o sutiã de amamentação.

No final dos anos 70, mais precisamente em 77 surge a Victoria's Secret. A idealização da marca veio de Roy e Gaye Ramond nos Estados Unidos, quando Roy tentou comprar um conjunto de lingerie para sua esposa mas só encontrou “peças feias”.

O intuito da VS era de fazer com que o conjunto de lingerie de renda se tornasse um item mais acessível para o conjunto de lingerie sexy fosse utilizado diariamente pelas mulheres da época.

O que mudou de lá para cá?

No período em que as lingeries surgiram as mulheres não tinham tanta voz ativa, o que foi determinante para que as peças fossem confeccionadas para que elas representassem o padrão da época a partir da visão patriarca.

Contudo, com o passar do tempo e também da conquista da liberdade e dos direitos as marcas passaram a dar mais lugar de fala para as mulheres, o que foi fundamental para que os produtos atendesse às suas necessidades na confecção do sutiã, das calcinhas, além do body, das camisetes, e também das peças que fazem conjunto. Não apenas no que tange o conforto, mas também a beleza e sensualidade.