Reprodução/ Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Se a Proposta de Emenda à Constituição do Pacto Federativo, entregue nesta terça-feira, dia 05, ao Congresso Nacional que propõe fundir municípios que tem menos 5 mil habitantes for aprovada, o município de Palestina, no Sertão de Alagoas, poderá ser extinto.

Conforme a proposta do presidente Jair Bolsonaro (PSL) as cidades com população inferior a cinco mil habitantes e que tem baixa arrecadação deverão se unir e criar novas prefeituras.

Em Alagoas ao todo existem sete cidades que se “enquadram” no detalhamento dessa PEC que são: Palestina com 4.828, Olho d'Água Grande com 4.749, Belém com 4.405, Jundiá com 4.306, Mar Vermelho com  3.514, Feliz Deserto com 3.937 e a pequena Pindoba com 2.908.

O presidente defendeu que a fusão dos municípios irá promover o fortalecimento da federação e gerar também maior autonomia para a gestão de recursos.  Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além das sete cidades de Alagoas, no Brasil existem outros 5.563 municípios com menos de cinco mil habitantes.