Reprodução/ You Tube Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Município pobre que vive praticamente das migalhas dos governos federal e estadual, Poço das Trincheiras no Sertão de Alagoas, com população de pouco mais de 14 mil habitantes, mais uma vez se destaca por promover um evento de arrebentar. Foi neste final de semana para celebrar a passagem de Festa de Reis, festa que por sinal é comemorada oficialmente nesta segunda-feira. Simplesmente entre as atrações musicais, estava Wesley Safadão, tido conforme um site especializado, como o cantor do  Brasil (depois de Roberto Carlos)  que cobra o mais alto cachê por show; valor que pode chegar aos 800 mil reais.

Pelo visto toda farra foi bancada pela administração municipal. É que os cartazes publicados nas páginas da Prefeitura das redes sociais, não citam os apoiadores, que geralmente são os governos federal e estadual. Seria interessante a prefeita Aparecida esclarecer dados sobre a procedência de tanto investimento financeiro; ou até mesmo o Ministério Público fazer seu papel de fiscalizador, apertando o cerco se tal ação foi legal, sobretudo pelo grau de pobreza que configura aquele município. Poço das Trincheiras se encontra em situação de emergência, em decorrência do logo período de estiagem, junto com mais 39 do interior de Alagoas.

A Festa de Reis é a maior atração “religiosa” anual de Poço das Trincheiras; e tida como a mais badalada do gênero em Alagoas. O evento começou na sexta com o tradicional Baile Municipal. No sábado teve: Deymerson Silva, João Neto e Cavaleiros do Forró. Artistas locais, Danielzinho e o astro principal Wesley Safadão fecharam a festa na noite deste domingo; dia que pela tarde, houve também competição de Motocross.

Durante a manhã de segunda-feira (06), ao final da festa, uma pancadaria envolvendo jovens que participavam do evento foi registrada em vídeo que circula na internet. Veja o vídeo abaixo: