OAB vai acompanhar investigação sobre denúncias contra pastor Saulo

  • teresa
  • 25/06/2009 11:04
  • Maceió
Diante das denúncias da suposta participação do advogado e pastor Saulo Emanuel de Oliveira no pagamento de propina ao delegado Eulálio Rodrigues, a Ordem dos advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL) vai iniciar um procedimento para apurar os fatos, com base em gravações telefônicas e informações divulgadas pela imprensa.

De acordo com o presidente da OAB/AL, Omar Coelho, os advogados Marcelo Oliveira e Welton Roberto, que fazem parte da Comissão de Prerrogatitva e Defesa do Advogado, vão acompanhar o caso para garantir a lisura das investigação, e que não haja injustiças contra o advogado.

O advogado Marcelo Oliveira informou que irá se reunir ainda hoje com os membros da Comissão para avaliar o caso. Ele disse que se as denúncias forem confirmadas, o tribunal decidirá pela punição, que pode levar À advertência, suspensão ou exclusão do advogado.

“Ainda não temos dados oficiais, pois não conhecemos os autos. Mas, vamos agir junto com as autoridades policiais e depois que apresentarmos o relatório, dependendo do resultado, poderemos recomendar ao tribunal o que deverá ser feito diante da situação. Não sabemos se ela se enquadra em qualquer uma das punições, pois as investigações são preliminares. Vamos nos basear no que diz nosso código de ética,”, ressaltou.

Em relação ao suposto vazamento de informações pelo Ministério Público sobre a prisão do advogado, ele explicou que a OAB/AL responderá apenas pela avaliação da conduta do pastor Saulo.