Ministério da Saúde atualiza protocolo de notificação da gripe A

  • annaclaudia
  • 27/06/2009 06:26
  • Saúde
Com o objetivo de reduzir o risco de transmissão do H1N1, vírus responsável pela gripe A, o Ministério da Saúde (MS) atualizou, nesta sexta-feira (26), o protocolo de notificação e investigação da doença. De acordo com o documento, somente pacientes com quadro clínico grave da doença ou apresentem fatores de risco para complicações deverão ser medicados com o antiviral oseltamivir.

Para os pacientes considerados sem risco de complicações, a indicação é o isolamento domiciliar com o monitoramento diário, por até 7 dias. Durante o período, deve ser observada a ocorrência de dificuldade respiratória, forte dor abdominal ou torácica, convulsões, desidratação ou alteração do estado de consciência do paciente.

São considerados indivíduos com quadro clínico grave, os pacientes de qualquer idade que apresentem doença respiratória aguda, com febre, seguida de tosse e dor de garganta. Além de idosos, pacientes com câncer, em tratamento para Aids ou  em uso regular de cortocteróide, hemoglobinopatias, diabetes, cardiopatias, pneumopatias e doenças renais crônicas.