Cortesia de leitor do Minuto Sertão Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) divulgadas nesta segunda-feira (23), no Sertão de Alagoas, o município de Monteirópolis passa a integrar a lista de suspeitos no caso de Covid-19. Todas as informações referentes ao boletim foram apresentadas durante transmissão ao vivo pelo Secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.

Em investigação – Dos 120 casos em investigação, a maioria deles – 95 -, está localizado em Maceió. Arapiraca tem 04 casos; Barra de Santo Antônio tem 01; Barra de São Miguel, 01; Cajueiro, 01; Ouro Branco, 02; Penedo, 01; Rio Largo, 02; São Miguel dos Campos, 01; Flexeiras, 01; Satuba, 01; Inhapi, 01; Maribondo, 01; Pilar, 01; Piaçabuçu, 01; Mata Grande, 01; Monteirópolis, 01; Coruripe, 01; Porto Real do Colégio, 01, Maragogi, 01; e Marechal Deodoro, 01.

Recomendações – As pessoas com histórico de viagem recente ao exterior devem ficar, obrigatoriamente, em isolamento domiciliar por 14 dias a partir da data de desembarque em Alagoas. A regra serve também para quem apresentar sintomas de gripe, mesmo que sejam leves. As novas medidas foram determinadas pelo Governo de Alagoas em decreto da última sexta-feira (20).

A Sesau tem reiterado a necessidade de que as pessoas com histórico de viagem recente aos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Belo Horizonte e/ou que tenham tido contato com caso suspeito ou confirmado de Covid-19 e não apresente sintomas também permaneça em casa em isolamento voluntário.

No caso de apresentar sintomas respiratórios e febre, deve-se buscar atendimento em uma unidade de saúde, hospitais privados ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAS).

Houve 64 casos descartados, segundo o boletim epidemiológico atualizado hoje. É importante destacar que um caso é residente do estado do Rio de Janeiro e recusou hospitalização em Alagoas, porém, já houve retornou ao estado de origem.

Veja também: Secretário de Saúde aguarda esclarecimentos da Sesau sobre divulgação de suspeita de Covid-19 em Monteirópolis