Saúde informa 69 novos casos de gripe suína no Brasil; casos confirmados somam 591

  • eduardocardeal
  • 27/06/2009 14:26
  • Saúde

O Ministério da Saúde informou neste sábado que foram registrados no Brasil 69 novos casos da gripe suína --a chamada gripe A (H1N1)--, o que eleva para 591 casos confirmados no país.

De acordo com o governo federal, os novos casos foram confirmados nos Estados de São Paulo (34), Rio de Janeiro (8), Rio Grande do Sul (7), Paraná (7), Minas Gerais (4), Santa Catarina (2), Espírito Santo (2), Pará (1), Maranhão (1) e Amazonas (1). O Distrito Federal teve dois casos confirmados.

Os casos informados ao Ministério da Saúde foram confirmados pelos três laboratórios de referência para o diagnóstico da gripe --Fundação Oswaldo Cruz, no Rio, Instituto Evandro Chagas, no Pará, e Instituto Adolf Lutz, em São Paulo, além das secretarias de saúde.

Do total de casos confirmados, dois pacientes do Rio Grande do Sul continuam internados. A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul monitora a evolução do quadro clínico dos pacientes. Os dois casos foram infectados no exterior, segundo o ministério.

Outros 477 casos suspeitos são monitorados no país. As amostras com secreções respiratórias dos pacientes estão em análise laboratorial. Outros 782 casos já foram descartados.

Neste sábado, a Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul informou que investiga se a morte de um engenheiro americano em Montenegro (RS) tem relação com a gripe suína.

Protocolo

Ontem, o Ministério da Saúde informou que o governo modificou o protocolo para diagnóstico de pessoas contaminadas com o vírus da gripe suína --a chamada gripe A (H1N1)--, além de divulgar novas recomendações de conduta para autoridades de Estados e municípios.

O número de contaminados pelo vírus chegou a 522 segundo dados de ontem. Somente desta quinta-feira (25) para sexta-feira (26) o Brasil confirmou mais 70 casos.

Reportagem da Folha publicada na edição deste sábado do jornal mostra que o medo da gripe A (H1N1) tem causado uma corrida aos hospitais de São Paulo. Até pessoas sem nenhum sintoma vão aos prontos-socorros em busca de orientação, o que aumenta a espera por atendimento.

Ontem foram registrados 66.696 casos da doença em todo o mundo, com 306 mortes. Os Estados Unidos seguem na frente, com mais de 27.700 casos e 127 mortes.

O Brasil tem registrado um aumento significativo do número de casos, mas essa é "uma. situação esperada para a qual o governo se preparou", afirmou o ministro da Saúde José Gomes Temporão.

Sintomas

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório. Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).