Divulgação Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Lideranças políticas presentes no dia em que o acordo foi firmado.

A disputa pela Prefeitura de Major Izidoro parece ter provocado um racha na gestão atual, entre a prefeita Santana Mariano e o vice Leopoldo Amaral.

Ao que tudo indica, Amaral pretendia disputar o cargo de prefeito e não o de vice, mais uma vez, assim como foi acordado em março deste ano, durante um encontro em que participou com Santana Mariano, Alex Mariano, o presidente do MDB em Alagoas, senador Renan Calheiros.

No encontro, ficou definido que Alex Mariano seria o candidato a prefeito e Leopoldo Amaral comporia a chapa como vice na disputa.

Mas, nesta quarta-feira (14) Amaral teria publicado um vídeo nas redes sociais indicando um rompimento com o acordo firmado e dando a entender que pretende disputar o cargo de prefeito, ainda que seja por outro partido.

O fato teria surpreendido a atual gestão, que já havia anunciado a chapa e se preparava para a disputa do pleito, tal e qual acertada com a liderança do partido.

Segundo Leopoldo Amaral, em 2016 o grupo político teria dito que seria ele o candidato. O atual vice-prefeito de Major Izidoro não menciona o acordo feito em março, junto a cúpula do partido.

Já a prefeita Santana Mariano, em meio a ações para controle da pandemia no município, teme que a população a julgue mentirosa pois ela acreditava que o acordo firmado com o partido havia deixado tudo acertado.

Alex Mariano, também divulgou um vídeo se dizendo surpreso e reafirmando que para ele a candidatura e a disputa pela prefeitura já estava acordada.

No encontro, o acordo foi firmado com as presenças do presidente do Diretório Municipal do MDB de Major Izidoro, César Campos, do senador Renan Calheiros, da prefeita Santana Mariano,  do o ex-presidente da AMA, Hugo Wanderley, do ex-prefeito Tonico Amaral,  de Alex Mariano e do próprio Leopoldo Amaral.