Cada Minuto Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Profissionais em uma das barreiras no município de Mata Grande

Dos 102 municípios alagoanos, apenas uma cidade está sem registros de contaminação pelo novo coronavírus e óbitos: Mata Grande. Ao Cada Minuto, a secretária de saúde Jakcelia Tavares acredita que o que ajudou para que a cidade não tivesse nenhum caso foi adotar medidas de prevenção assim que o primeiro caso chegou ao Brasil. Mas afinal, o que diferencia a cidade de outros municípios do Estado que contabiliza 16.339 casos confirmados e 622 óbitos?

Atualmente, a cidade conta com três barreiras sanitárias nas entradas da cidade e uma quarta está sendo construída em um povoado chamado Santa Cruz. Instalar as barreiras faz parte de um conjunto de medidas que o Município adotou.

"Desde o primeiro caso no país que o Município começou a agir como se existisse algum caso na cidade", disse a secretária de saúde.

“Compramos epis, medicações, criamos grupos de isolamento, de estudo, de denúncias, de vigilância sanitária. Nós tratamos o vírus como se ele já tivesse na cidade desde o primeiro dia”, completou Jakcelia.

Ela também explicou que caso algum paciente tenha suspeita, a secretaria municipal leva um termo de responsabilidade para que ele preencha e cumpra o prazo de 14 dias de isolamento.

“Quando ele cumpre o prazo, aí informamos à polícia. Quando percebemos que alguém quebrou a quarentena, mesmo sem sintomas, aí a gente começa a abrir Termo Circunstanciado de Ocorrência. Aí eles estão respeitando”, explicou  Jakcelia.

A secretaria também acompanha quem saiu da cidade e quem está sob suspeita. Mas como há monitoramento constante da secretaria e da polícia, as pessoas estão cumprindo o isolamento.

Se o primeiro caso chegar à Mata Grande, a secretária disse que a saúde da cidade está preparada. “Temos todos os medicamentos para tratamento precoce. Quando chegar o caso, nós temos ala de isolamento para sintomas gripais e o tratamento precoce”, finalizou.

Por fim, outras medidas também foram adotadas na cidade: lavatórios públicos; dedetização do hospital, postos, praças, veículos; treinamentos das equipes; distribuição de kits, entre outros.