Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A médica, Hermínia Tavares da Silva, 69 anos, morreu neste domingo (21), no Hospital Medrádius em Maceió, vítima de covid-19. Hermínia Tavares, além de médica, ela também entrou para política, foi prefeita de Santa Luzia do Norte, em Alagoas, durante o período de de 1992 à 1996, ele também foi vice prefeita do município. Ele era casada com o empresário Zé Adelmo, com quem teve dois filhos, Lucas e Adelminho.

Amigos, familiares lamentaram a morte da Dra Herminia. Ela chegou a atuar como médica em Major Izidoro, Sertão de Alagoas, onde trabalhou em um posto de saúde do município. 

Para o ex deputado, empresário Marcelino Alexandre, Dra Herminia era uma amiga querida e admirada por todos por ser uma pessoa do bem com suas qualidades e grandeza. O empresário Marcelino, destacou que Alagoas perde uma grande líder. Santa Luzia do Norte onde foi prefeita, lembrará sempre da sua importância na vida da população, como médica e administradora, deixou um grande legado. Marcelino, lembra do apoio que recebeu dela nas suas campanhas por três mandatos de deputado estadual. "Hermínia vai deixar saudades no coração daqueles que a conheceram ", Finalizou Marcelino Alexandre.

O tenente Dias, irmão da Dra Hermínia, faleceu em decorrência de insuficiência respiratória causada pela infecção pulmonar provocada pela complicação da covid-19. no início do mês de junho. Tenente Dias serviu honrosamente a briosa polícia de Alagoas, e fazia parte do quadro de reserva da corporação.

O corpo da médica foi transladado para Recife, Estado de Pernambuco, onde passa por cremação e retorna nesta segunda (22). As cinzas serão levadas na terça para Santa Luzia do Norte.