G1 Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Em São Paulo, pai e filho ficaram quase um mês separados por causa do coronavírus. Tudo começou quando, em janeiro, Filipe descobriu um câncer no esôfago. Fez tratamento de forma discreta e ficou bem. Quando estava para receber alta, ficou com febre. Exames mostraram que ele estava com a Covid-19 e o pulmão estava comprometido.

Vinte e oito dias após lutar e vencer a doença, Filipe pôde voltar para casa abraçar o filho. O vídeo do reencontro viralizou na internet.

Assista o vídeo: