Exercícios trazem benefícios para a saúde física e mental de pessoas com artrite

  • gilcacinara
  • 29/06/2009 08:52
  • Saúde
A realização de um programa supervisionado de exercícios pode ter efeitos benéficos para pacientes com artrite reumatoide – doença inflamatória nas articulações. De acordo com especialistas do Instituto Português de Reumatologia, os exercícios melhoram a capacidade física e a saúde psicológica, além de reduzir a necessidade do uso de medicamentos anti-inflamatórios e corticosteroides nesses pacientes.

Acompanhando oito pacientes sedentários, os especialistas notaram que um programa de três meses que combinava exercícios aeróbicos e de força, conduzidos por 50 a 60 minutos, três vezes por semana, parecia ser seguro e benéfico tanto fisicamente quanto em relação à qualidade de vida para pessoas com artrite. E o programa também poderia estabilizar a atividade da doença.

Os resultados indicaram uma melhora de 33% no índice de incapacidade (que mede a capacidade de realizar atividades simples, como comer, se vestir e tomar banho sozinho). Houve melhora de 55% teste de "assentar e levantar", de 12% na força da mão, de 19% no teste de tempo de caminhada; 62% dos pacientes reduziram a necessidade de corticosteroides e 32% pararam de tomar anti-inflamatórios; houve redução do colesterol "ruim" (LDL); e 40% de melhora na escala de depressão e ansiedade.

"Quando as articulações estão rígidas e dolorosas, proativamente, fazer exercícios pode parecer indesejável para pessoas com artrite reumatoide. Porém nosso estudo demonstrou que trabalhos aeróbicos e exercícios de fortalecimento regulares e supervisionados podem ser extremamente benéficos para a saúde física e mental de um paciente, com efeito correspondente na qualidade de vida", explicou o pesquisador Miguel Sousa.

"O desafio dos médicos é proporcionar as condições adequadas de motivação e tranquilidade para seus pacientes com artrite reumatoide, para que eles iniciem e resistam com o programa", finaliza o especialista.