Eletrobras alerta para os cuidados com as fogueiras embaixo da rede elétrica

  • Assessoria
  • 23/06/2015 05:15
  • Cidade

Junho é um dos meses mais esperados pelos nordestinos, pois é o período das festas juninas. A comemoração dura o mês inteiro e é famosa principalmente pelas preparações de fogueiras. Mas é preciso muita cautela na hora de escolher a sua localização para evitar o acontecimento de acidentes.

O gerente de Segurança da Eletrobras Distribuição Alagoas, Jorge Rocha, dá dicas da área de como as pessoas podem aproveitar as festas com mais atenção, evitando imprevistos que podem chegar a atrapalhar a festança.

As famosas fogueiras precisam de uma atenção especial para a produção. É preciso que elas fiquem distantes da rede elétrica. Nunca fazer uma fogueira em baixo da rede de energia, pois o fogo pode atingir os fios, vindo a provocar um incêndio, sem falar nos ricos de queimaduras para as pessoas.

Além das fogueiras é preciso atenção com as bandeirinhas e outros enfeites, que não devem ser amarrados aos postes, nem próximos da rede elétrica. A Eletrobras também recomenda não soltar balões, pois eles podem provocar incêndios. Ambos podem aquecer os fios, causando curto circuito e interrupção do fornecimento de energia.

Na hora de soltar fogos, é importante que as crianças estejam sempre acompanhadas de um adulto e que sejam atendidas as recomendações de segurança indicadas pelos fabricantes. Soltar fogos embaixo da rede elétrica também representa um perigo.

Já os organizadores de eventos, como arraiais, devem solicitar a ligação provisória para a Eletrobras e evitar gambiarras nas instalações elétricas. Os equipamentos elétricos (som, luz, entre outros) instalados devem ser compatíveis com a carga e a instalação elétrica.

 

PRIMEIROS SOCORROS
E se ainda assim, após seguir todos os cuidados, ocorrer algum tipo de acidente com a rede elétrica da Distribuidora, a Eletrobras orienta ligar para o telefone 0800 082 0196 e para os órgãos que fazem atendimento de primeiros socorros, como os Bombeiros (193) e Samu (192).