Arthur Virgílio entra com representação contra Sarney por quebra de decoro

  • teresa
  • 29/06/2009 21:32
  • Política
Decidido a pressionar o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a deixar o comando da Casa, o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), apresentou nesta segunda-feira (29) uma representação por quebra de decoro contra o colega no Conselho de Ética.

"Esse pedido é pessoal e é o que posso fazer. Mas espero que este pedido vire a representação do PSDB. Vou pedir isso na reunião da bancada amanhã [terça-feira]", afirmou Virgílio.

A medida apresentada por Virgílio pede que seja investigada a possível responsabilidade de Sarney nos casos que envolvem a nomeação de seus parentes por meio de atos secretos e a participação do neto dele, José Adriano Cordeiro Sarney, na intermediação de empréstimos com desconto na folha de pagamento dos servidores do Senado.

O líder do PSDB ainda se defendeu das denúncias de que teria recebido um empréstimo de R$ 10 mil do ex-diretor-geral da Casa Agaciel Maia. Um assessor de Virgílio confirmou ter pedido dinheiro a Agaciel para ajudar o líder tucano a pagar uma conta de hotel em Paris, em 2003, conforme revelou reportagem da revista "IstoÉ".

A exemplo de Virgílio, também o PSOL promete apresentar representação semelhante na quarta ou quinta-feira.