Lula confirma saída de Mangabeira Unger do governo

  • eduardocardeal
  • 30/06/2009 04:46
  • Política
O presidente Lula confirmou nesta segunda-feira (29) a saída do ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger. “Ele vai para Harvard, não sei quando”, afirmou o petista, complementando que ainda não há uma data definida para a saída do ministro. O secretário-executivo da pasta, Daniel Vargas, substituirá provisoriamente Mangabeira Unger.

Há dois anos no governo, Mangabeira Unger terá de sair porque a universidade americana não estendeu a licença dele. Ele se reapresentará no próximo dia 1° de julho na Faculdade de Direito da Universidade de Havard, onde ensina há quatro décadas.

Nascido na cidade do Rio de Janeiro em 1947, Mangabeira é formado na antiga Faculdade Nacional de Direito. Correligionário do vice-presidente da República, José Alencar (PRB), o ministro chegou a ocupar a pasta responsável pela elaboração do Plano Amazônia Sustentável (PAS) dois anos depois de ter escrito que o governo Lula era o "mais corrupto da história".

A afirmação foi publicada em 2005, durante o escândalo do mensalão (suposto pagamento de propina para parlamentares votarem de acordo com a orientação do governo).  

Conforme revelou o Congresso em Foco, Mangabeira propôs ao Congresso quatro mudanças à chamada MP da Amazônia (458) que coincidem com os interesses dos negócios do banqueiro Daniel Dantas na região. (leia mais)

O ministro prestou consultoria jurídica para a Brasil Telecom quando a empresa era comandada pelo Grupo Opportunity, de Dantas, entre 2002 e 2005, nos Estados Unidos.

Contudo, a assessoria de imprensa da Secretaria de Assuntos Estratégicos rechaçou qualquer relação entre as propostas do ministro e os negócios do banqueiro na Amazônia. “Nada no processo de elaboração da MP 458, de sua tramitação no Congresso, ou de sua implementação pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, tem a mais remota ligação com qualquer empresário”, diz nota da assessoria do ministro.