Hospital arapiraquense é referência em cirurgias ortopédicas

  • Assessoria
  • 09/07/2015 08:26
  • Cidade

O Instituto Ortopédico e Traumatológico de Arapiraca (IOT), anexo ao Complexo Hospitalar Manoel André (Chama), transformou-se numa referência quando o assunto é cirurgias ortopédicas. Naquele setor do Hospital, mensalmente é atendida uma média de 1.600 pacientes.

De acordo com estatísticas internas, uma considerável parte dos pacientes atendidos no IOT é oriunda da Unidade de Emergência do Agreste, geralmente vítimas de traumas provocados por acidentes envolvendo motocicletas, um problema preocupante nas regiões Agreste e Sertão.

Mas existem também os pacientes congênitos, ou seja, os que procuram atendimento para tratar de outros diversos tipos de problemas ortopédicos, mas que ainda necessitam de cirurgias ou tratamento em longo prazo ou tratamento conservador.

Três fatores transformaram o IOT numa referência ortopédica em Alagoas. O primeiro dele é o aumento da demanda. O segundo, a disponibilização de uma equipe sólida e formada por profissionais competentes e qualificada. E, finalmente, o terceiro, é a quantidade de sub especialidades disponíveis no serviço. No IOT é possível encontrar cirurgiões especialistas em mãos, joelhos, membros inferiores, partes moles, ombros, coluna, quadril, entre outros.


INVESTIMENTOS
Ao longo dos últimos anos o Instituto Ortopédico e Traumatológico de Arapiraca (IOT), juntamente com o Hospital Chama, vem realizando diversos investimentos no setor. O prédio, por exemplo, passou por recente reforma e a tendência é que o Grupo Chama o amplie ainda mais.