Élder da Cruz Santos, morador de rua e usuário de drogas, foi preso na última segunda-feira (18) acusado de matar um homem ao confundi-lo com outro na madrugada do último sábado, na Praça do Reggae, no Pelourinho, em Salvador. O suspeito teria aceitado matar a vítima por R$ 25.

Elder da Cruz Santos, 25 anos, foi contratado por um traficante conhecido como Sariga para matar um de seus desafetos, Cohen. Ao chegar em um bar, onde estavam Cohen e Antônio Marcos Nascimento Seara, conhecido como Marquinhos, Elder matou Antônio.

Segundo informou a delegada Maritta Souza, titular da Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), Marquinhos tinha várias passagens na polícia. Ele era comparsa de outro traficante identificado como Diogo Santos da Silva, 21, conhecido como Pé de bolo, morto em circunstâncias semelhantes há 2 meses, durante um ensaio da Banda Olodum.

Elder da Cruz foi autuado em flagrante por homicídio e ficará custodiado na carceragem da Deltur. A polícia busca agora identificar o suposto mandante e apreender a arma utilizada na execução de Marquinhos.