Agência Alagoas Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Produtos para PAA

O governo do Estado vai levar para o município de Água Branca, no Alto Sertão alagoano, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Compra Direta Local com Doação Simultânea. Na próxima terça-feira (5), a partir das 9h, os agricultores cadastrados vão fazer a primeira entrega dos produtos na Central de Compras, que vai funcionar no centro da cidade, onde fica o Mercado Público Municipal.

 

Ao todo, 13 agricultores familiares vão fornecer, uma vez por semana, produtos cultivados em suas propriedades. Após a entrega na Central de Compras, os alimentos serão separados e encaminhados para sete entidades assistenciais do próprio município, como creches, unidades do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e ONGs.

 

Segundo o coordenador Estadual do PAA, Josemário de Medeiros, o contrato com os agricultores para fornecimento dos produtos vai até outubro deste ano e, até lá, serão investidos R$ 47 mil na compra da produção.

 

"Toda a produção desses agricultores foi mapeada pelos técnicos extensionistas da Secretaria de Estado da Agricultura, e o cardápio foi elaborado de acordo com o que eles vão poder fornecer durante a vigência do contrato e com a necessidade das instituições beneficiadas", explicou.

 

Ainda segundo ele, as sete entidades que vão receber os alimentos beneficiam ao todo 1,5 mil pessoas. "O PAA é importante para quem produz, pois é um canal de comercialização e, assim, colabora para aumento da renda, e para quem vai receber esses alimentos, pois isso significa segurança alimentar", afirmou o secretário de Estado da Agricultura, Jorge Dantas.

 

"Temos a determinação do governador Teotonio Vilela de apoiar quem está produzindo e deseja comercializar sua produção, por isso viabilizamos oportunidades e parcerias, a exemplo do PAA e também das compras para a merenda escolar, que são feitas pelas prefeituras", pontuou o secretário Dantas. "Já temos 24 prefeituras que fizeram a adesão ao PAA para 2011, mas esperamos aumentar esse número, para assim beneficiar ainda mais agricultores", completou o secretário.